Estimulação Cognitiva com o PEI

Estimulação Cognitiva com o PEI

Aprender a aprender é uma necessidade humana neste momento em que vivemos. Mais do que saber, aprender é um processo que mantém o sujeito vivo e ativo na vida, na escola, no mercado de trabalho.

A atualidade exige o desenvolvimento de habilidades para a resolução de problemas que se apresentam no dia a dia, na vida acadêmica e no trabalho. Algumas pessoas têm mais facilidade, outras mais dificuldades no enfrentamento destas questões , de acordo com as funções  cognitivas que desenvolveram  em suas experiências de vida.

As funções cognitivas resultam da estimulação que recebemos do ambiente. A observação, a comparação, a classificação, a inferência lógica, a orientação espacial, dentre outras, são relevantes para o enfrentamento dos desafios que a realidade nos impõe.

reuven_feuerstein

 

Hoje se fala de educabilidade cognitiva, ou seja potencialização das funções cognitivas, de maneira a que possamos usar das competências naturais com o máximo de aproveitamento. Para isso existem  propostas que visam o desenvolvimento do potencial cognitivo. Porém, dentre elas, o PEI- Programa de Enriquecimento Instrumental- criado pelo psicólogo romeno Reuven Feuerstein é uma das que têm maior sucesso no meio acadêmico e laboral.

 O PEI tem por objetivos:

1.Corrigir funções cognitivas deficientes.

2.Adquirir vocabulário, códigos, conceitos, operações e relações relevantes para as tarefas do PEI, bem como para a resolução geral de problemas.

3.Desenvolver motivação intrínseca por meio da formação de hábitos.

4.Desenvolver o pensamento reflexivo e o insight.

5.Desenvolver motivação intrínseca em relação à tarefa.

6.Mudar o papel de receptor passivo e reprodutor de dados para o de gerador ativo de novas informações.

Esse programa divide-se em catorze instrumentos de trabalhos agrupados em dois níveis:

 Nível I:pei

1.Organização de pontos.

2.Orientação espacial

3.Comparações.

4.Classificações.

5.Percepção analítica.

6.Orientação espacial

7.Ilustrações

Nível II:aplicação do pei

8.Progressões numéricas.

9.Relações familiares.

10.Instruções.

11.Relações temporais.

12.Relações transitivas.

13.Silogismos.

14.Desenho de padrões.

 O PEI é indicado para aperfeiçoar o desempenho cognitivo de uma grande variedade de pessoas. É importante ressaltar que a população escolar de qualquer nível surge como cliente preferencial. Assim, são clientes possíveis, dentre outros:

Untitled-524

  • alunos e aprendizes com ou sem dificuldades de aprendizagem,
  • trabalhadores empregados,
  • trabalhadores empregados em contato com novas tecnologias,
  • trabalhadores desempregados em processo de requalificação profissional,
  • pessoas não-alfabetizadas,
  • pessoas com baixo desempenho em leitura e escrita (analfabetos funcionais),
  • pessoas em processo de aprendizagem de idiomas,
  • professores de qualquer disciplina,
  • supervisores de produção e de serviços,
  • gerentes de escolas e de empresas,
  • militares graduados,
  • pessoas com necessidades especiais de educação,
  • crianças abandonadas,
  • ex-drogados em processo de recuperação e
  • idosos.
Conhecer e aplicar o PEI é um diferencial para os profissionais da Educação e da Saúde porque permite um trabalho planejado com vistas ao alcance do êxito na aprendizagem e amplia as possibilidades de integração das pessoas na sociedade, de uma maneira mais assertiva e funcional.
 

 

Júlia Eugênia Gonçalves
Júlia Eugênia Gonçalves
Psicopedagoga há 37 anos, com formação em mestrado pela UFF./RJ. Carioca, moro em Varginha/MG desde 1996, quando fui contratada pela UEMG para participar de um projeto de formação de professores, depois de ter me aposentado da rede pública federal, onde atuava como docente no Colégio Pedro II. Pertenci ao Conselho Nacional da ABPp de 1997 a 2010. Presido a Fundação Aprender, em Varginha, instituição pública de Direito Privado, sem finalidades financeiras e de utilidade pública.Atualmente tenho me especializado em EaD e suas interfaces com a Psicopedagogia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>