Férias, Para Que Te Quero ?

Férias, Para Que Te Quero ?

férias chegando

fim de férias

Estamos no decorrer das férias de verão.Daqui há cerca de 15, 20 dias as escolas reabrirão . Férias, para que te quero ?

Esta pergunta deve estar presente na mente dos pai. As férias escolares representam um período de descanso das rotinas escolares, muitas vezes estressantes, com seus horários e tarefas. Porém,  só terão benefícios se forem bem aproveitadas. Ainda há tempo !

Refiro-me à possibilidade que este período traz para que as família brincarem com as crianças . O brincar é condição fundamental para o desenvolvimento humano ! Todo ser humano brinca e , com isso,desenvolve estruturas cognitivas e competências emocionais.

Brincar ao ar livre, com jogos simbólicos ou de regras, traz para a criança um benefício enorme , pois ela desenvolve images (1)aspectos psicomotores, linguísticos, aprende a lidar com os limites que a brincadeira impõe, dentre outras coisas.

A companhia dos pais é muito importante, porque nos momentos de interação abre-se um espaço de diálogo, de troca entre as gerações, de alegria e companheirismo, que nutre  a criança de condições favoráveis para a vida.

Além disso, quando se abrem possibilidades de brincadeiras ao ar livre ou mesmo dentro de casa, com jogos, temos a estimulação de atitudes cooperativas, o trabalho com a ansiedade,com o foco na atividade, com a atenção e a concentração. Por outro lado, o brincar atua  sobre a compulsão  pela tela da TV ou do celular /tablet, frequente até em crianças bem pequenas.

Brincar e aprender são duas faces da mesma moeda. Os pais não são professores, mas, de acordo com a Psicopedagogia, são os primeiros ensinantes, ou seja, aqueles capazes de criarem de vínculos com o conhecimento. Por meio de jogos e brincadeiras, isso se faz de forma natural e espontânea.

Aproveitem as férias. Façam uso de algumas das sugestões anexadas a este post.

jogos para as férias

DoubleDino-planches1a2

 

 

 

 

Júlia Eugênia Gonçalves
Júlia Eugênia Gonçalves
Psicopedagoga há 37 anos, com formação em mestrado pela UFF./RJ. Carioca, moro em Varginha/MG desde 1996, quando fui contratada pela UEMG para participar de um projeto de formação de professores, depois de ter me aposentado da rede pública federal, onde atuava como docente no Colégio Pedro II. Pertenci ao Conselho Nacional da ABPp de 1997 a 2010. Presido a Fundação Aprender, em Varginha, instituição pública de Direito Privado, sem finalidades financeiras e de utilidade pública.Atualmente tenho me especializado em EaD e suas interfaces com a Psicopedagogia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>